Sobre “Procurando Dory”

por caixaaltablog

“ela continuou a nadar”

Me lembro como se fosse hoje a primeira vez em que assisti “Procurando Nemo”, no auge dos meus 7/8 anos vi o meu mundo ser inundado por toda a magia da Pixar. O filme que também poderia se chamar uma “Odisseia no mar” conseguiu encantar adultos e crianças de todo o mundo ao retratar a busca incansável de um peixe-palhaço que perdeu o filho. E ainda abriu uma discussão acalorada na minha sala de aula sobre quem era o protagonista do filme, eu era da turma que defendia que só por Nemo estar no titulo aquilo não o credenciava como protagonista.

Mas quem roubou a cena mesmo na animação foi Dory, a personagem secundaria que poderia ser apena um alivio cômico trouxe um brilho nunca antes visto nas telonas, e uma carga dramática de fazer qualquer um se emocionar. Todo esse encanto com a personagem se deve ao talento de sua interprete, a apresentadora Ellen DeGeneres. Que depois de tanto insistir na TV aberta americana teve o seu desejo e o desejo de milhares de pessoas atendido: Uma continuação de Procurando Nemo.

“Primeira imagem da animação divulgada”

Dessa vez ninguém se perde, mas Marlin e Nemo vão tentar ajudar a peixinha a se encontrar. Saber de onde Dory veio, quem é sua família e porque ela fala Baleies possivelmente serão umas das perguntas a serem respondidas na animação que estreia em 2016.
Quando anunciaram na última D23 fiquei muito empolgado e um tanto quanto emocionado com as continuações de Procurando Nemo e Os Incríveis, depois de mais de dez anos esses filmes que marcaram minha vida toda estariam de volta! Era bom demais pra ser verdade.
Acompanhei cada poster e imagem promocional que iam saindo com muito entusiasmo e com mais expectativa fui assistir o trailer que saiu na última terça (10/12) e confesso que não me empolguei.
O trailer é correto, bonito até, nele vemos Nemo e Marlin descobrindo os hábitos de sonambulismo aquático de Dory agora que eles moram no mesmo coral. Vemos também o começo de suas memórias voltando. Ok, o trailer é bom mas não é empolgante! Ao assisti-lo eu esperava um banho de nostalgia e emoção ao rever personagens tão queridos, mas simplesmente achei: ok. Espero realmente que tenha sido proposital esse trailer que não emociona tanto e que nos próximos dias sejamos presenteados com a mesma emoção que foi acompanhar o lançamento de Toy Story 3. Torço para que estejam escondendo a história para que toda emoção e nostalgia venha lá no cinema e torço para não ver uma estória que até agora parece que poderia ser resolvida num curta.
TRAILER DUBLADO:
Anúncios